“Existia com certeza um elemento de perigo…”

O fotógrafo da Getty Images, Chris Trotman, já fotografou centenas de corridas da NASCAR, mas ele nunca presenciou uma cena como esta.

“Fotografia esportiva tem a ver com estar no lugar certo na hora certa e ter a câmera pronta — você nunca sabe que momento incrível você está prestes a capturar.”

O dia que ele tirou esta foto, que foi destacada no livro Year In Focus de 2015 da Getty Images, Trotman estava cobrindo os pit stops dos líderes da corrida da NASCAR Sprint Cup no autódromo Pocono Raceway. Quando ele ouviu que o campeão de 2012 da NASCAR Sprint Cup, Brad Keselowski, estava chegando, ele se posicionou em frente ao pit stop.

“O carro de Brad chegou acelerando em seu pit stop, seu freio travou e ele acabou atropelando sua equipe de pit stop,” disse Trotman. “O cara da equipe responsável pelo pneu frontal esquerdo teve que lutar para evitar que suas pernas fossem atingidas e até que elegantemente caiu em cima do capô do carro. A roda que ele estava carregando bateu no capô do carro e acabou sendo arremessado quase 70 metros para frente na pista do pit.”

O tombo do responsável pelo macaco não foi tão graciosa.

“O carro acabou atropelando ele e suas pernas e o macaco saíram voando,” disse ele. “Ele teve sorte que aquele macaco de metal de 12 kg não caiu em sua cabeça.”

Depois do acidente, Keselowski imediatamente colocou o carro em ré, sua equipe levantou e terminou o pit stop. Ele então acelerou e foi embora, pedindo desculpas para a sua equipe por rádio e acabou ganhando a corrida em segundo lugar, atrás de Matt Kenseth.

“Por sorte, todos estavam bem,” disse Trotman. “Os rapazes da equipe geralmente são ex-atletas, estão em ótima forma e tem reflexos incríveis.

“Existia com certeza um elemento de perigo e as pessoas estavam em choque e horrorizadas quando a fumaça do pneu apareceu e a equipe saiu voando,” disse ele. “Mas aquele medo foi rapidamente substituído pela emoção de ter presenciado um momento incrível e por ter sido tão sortudo de estar no lugar certo e na hora certa.”

Trotman sabia que ele tinha capturado um momento realmente único e que tinha uma sequência de imagens fantásticas, mas ele sabia que em seus 20 anos de carreira como fotógrafo esportivo profissional sempre poderá existir melhores momentos no futuro.  Ele deixou seu cartão com seus editores e voltou para a pista para se preparar para suas próximas imagens.

“Você deve estar sempre pronto,” disse ele. “O inesperado pode acontecer em um piscar de olhos.”

 

Veja as melhores fotografias de esportes de 2015. Explore nosso livro Year In Focus, disponível na iBooks.