O mel tem uma maneira de suavizar as características das pessoas… Ele democratiza as pessoas.”

O fotógrafo Blake Little cobriu 90 pessoas de idades, etnias e tipos de corpo diferentes com mel para seu mais novo projeto, “Preservação.

Mas como ele conseguiu convencer as pessoas a se cobrirem com uma substância tão grudenta?

BookCover

“Quando eu formei o elenco para este projeto, eu não contei para as pessoas o que eu estava fazendo, eu só disse que era um projeto artístico,” disse Little. “E então quando eles chegaram para o ensaio, eu mostrei as imagens que eu já tinha feito. Eu pensei que se eu contasse para eles que eu queria cobri-los com mel, sem mostrar exatamente o que eu quis dizer, eles iriam imaginar que isto seria algo erótico!”

A ideia surgiu sem querer enquanto Blake fotografava um homem que ele descreve como alguém que tinha uma “aparência de urso”, ele fotografou o homem comendo mel usando as suas mãos.

imagens, mel, homem, barba, getty images, blake little

“Tinha algo impressionante ao ver ele com mel em suas mãos e em seu corpo, então no final do ensaio eu decidi jogar o mel em sua cabeça e isto criou um efeito incrível, como se ele estivesse preservado em âmbar.”

Blake então tornou esta ideia em um projeto completo e formou um elenco com pessoas do dia a dia para o ensaio. Algumas destas pessoas ele encontrou no Craigslist.

“Eu queria incluir uma variedade de pessoas, de idade, etnia e tipos de corpo diferentes porque existia algo humano sobre o que eu estava fazendo, eu queria pessoas que representassem todo mundo.”

imagens, mel, menina, getty images, blake little

As 60 imagens finais, que foram incluídas no livro, estão em um mundo distante dos retratos de celebridades que Little é tão conhecido por fazer.

“Geralmente, quando eu estou fotografando pessoas,” disse ele, “para mim, os olhos e as suas conexões com a câmera são essenciais para um retrato e com frequência, elas completam a imagem. Mas com o mel, os olhos das pessoas estão fechados, então a experiência de colocar o mel nelas cria uma reação e emoção física, que substitui a emoção dos olhos.”

As pessoas se tornam quase irreconhecíveis quando cobertas por uma camada gosmenta.

“O mel tem uma maneira de suavizar as características das pessoas e eu descobri isto em meio a este projeto. Ele democratiza as pessoas – no sentido que ele faz com que as pessoas se tornem mais parecidas.”

imagens, mel, bebê, getty images, blake little

Um dos destaques é um bebê de um ano e meio, o Riot, que seus pais trouxeram para a montagem de elenco.

“Eu estava fotografando em uma plataforma com o pai do bebê deitado na plataforma com ele, que também estava coberto com mel. Foi assim que a gente fez.” O resultado da imagem se tornou a parte de trás da capa do livro.

Apesar dos custos associados com a reutilização de milhares de quilos de mel (Blake fez questão de reciclar o mel de cada um de seus ensaios), o fotógrafo queria usar uma fonte natural e sustentável.

“Eu pensei em usar um material alternativo mas existe uma qualidade no mel e uma referência a natureza.”

imagens, mel, bailarina, Lindsay, getty images, blake little

Beth Wachtel, Editora de Conteúdo Criativo Sênior da Getty Images, que trabalha com Little, admira seu trabalho.

“Com seu projeto Preservação, Blake traz sua visão única e criativa para a forma do ser humano (e forma canina),” disse ela, “e ele permite que nós quebremos barreiras do que é esperado das imagens comerciais de acervo.”

As imagens estranhas, mas maravilhosas de Blake têm se tornado manchete ao redor do mundo, mas isto não foi intencional.

 

imagens, mel, homem, Devion, nu, blake little, getty images

“Eu nunca pensei em mandar uma mensagem,” disse ele. “Meu interesse é criar novas imagens que são atraentes, únicas e interessantes. Eu não começo com uma declaração, meu trabalho se desenvolve de uma maneira muito mais orgânica que isto.”

“Preservação” está disponível para pedidos agora.

Veja mais trabalhos de Blake Little, com a opção de mel: com e sem