Os humanos são seres visuais — para acreditar em algo, nós precisamos ver e um dos melhores exemplos disso são os problemas ambientais. Temas como mudanças climáticas, contaminação de água e desmatamento estão no centro das atenções entre os discursos públicos, mas até que você veja as ramificações destes problemas com seus próprios olhos, é difícil compreender completamente as consequências destes problemas.

É então que imagens podem ser algo realmente poderoso; como visto em nossa campanha de vídeo abaixo, fotógrafos têm a habilidade de documentar as realidades do nosso planeta e contar histórias que importam.

O fotógrafo e cineasta francês, Yann Arthus-Bertrand, dedicou a sua vida para transportar espectadores de todo o mundo através de suas fotografias aéreas. Seus inúmeros trabalhos incluem seu livro Earth From Above e seu filme Home, capturam a beleza extraordinária do nosso planeta, enquanto simultaneamente reforçam o fato que o planeta está sendo destruído. E como ele sabe que imagens são mais eficazes em gerar reações comparando apenas com fatos, ele usa suas incríveis imagens aéreas para oferecer uma prova visual sobre os danos ambientais que estão acontecendo em todo o mundo.

“É muito assustador notar a condição que a Terra se encontra hoje em dia. Os números estão ali, mas as pessoas fingem não notar. Eles nos fazem ficar tontos e não os entendemos mais,” disse Arthus-Bertrand. “A situação ambiental piora a cada ano. É muito tarde para informar, nós precisamos fazer algo.”

A habilidade de conectar com uma audiência e provocar uma resposta emocional está se tornando algo ainda mais forte com o uso dominante da fotografia em 360° e da realidade virtual. Pesquisadores do Laboratório de Interação Virtual Humana da Stanford University estão tirando proveito disso e estão usando a realidade virtual para abordar problemas de conservação de uma maneira nova.

Seu projeto de filme em realidade virtual, The Crystal Reef, é uma experiência imersiva através de recifes de corais na costa da Itália que mostra como a emissão de carbono impacta a vida marinha. A esperança deles é que ao mostrar em primeira mão como as mudanças climáticas estão afetando nossos oceanos, os espectadores terão mais empatia com estes ecossistemas e serão inspirados a tomar iniciativas para resolver este problema.

“Não é todo mundo que mora perto de um oceano, não é todo mundo que consegue fazer mergulhos,” contou o diretor Cory Karutz para o The Creators Project. “Mas se você puder dar acesso às pessoas para estas experiências, então com sorte, isto irá mudar drasticamente seus comportamentos sobre conservação.”

Explore imagens sobre ambientes usadas em nossa campanha “Em busca do melhor” na Getty Images